Serra e Mar

Notícias

Artesanato RJ: Meta é cadastrar 25 mil artesãos

- 18/05/2018

O Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro já cadastrou mais de 13 mil profissionais em 55 municípios percorridos pela equipe da Secretaria Estadual de Turismo/TurisRio. Os cadastrados estão recebendo Carteira Nacional do Artesão com validade em todo o território nacional.

Segundo a subsecretária adjunta de Turismo e coordenadora do Programa, Nea Mariozz, a meta é cadastrar, até o final deste ano, um total de 25 mil artesãos em todo o Estado. Ainda faltam 37 cidades a serem visitadas pela equipe da Setur.  

A próxima etapa será o atendimento aos artífices residentes das cidades do Norte/Noroeste. Serão instalados dois núcleos, com saídas diárias para visitas às cidades vizinhas. Segundo planejamento da Setur, os técnicos permanecerão três dias no núcleo de Itaperuna e outros três no de Campos dos Goytacazes.

Feira Nacional no planejamento da Setur

O secretário de estado de Turismo, Nilo Sergio Felix, revelou que vem mantendo entendimentos com parceiros de peso para o trade no âmbito federal e estadual, com o objetivo de que o Rio de Janeiro sedie a Feira Nacional de Artesanato. “Vários Estados já demonstraram interesse em apoiar a realização de uma feira de grande porte em prol do artesanato no Rio” – garante o secretário.

Nilo Sergio está bastante otimista com os resultados que o Programa de Artesanato vem alcançando neste momento difícil para a economia do Estado e do país, gerando renda e abrindo o mercado de trabalho a milhares de cidadãos.

“O turista quando chega ao Rio de Janeiro quer levar uma recordação de nosso Estado. Temos peças de grande valor artístico e cultural para oferecer aos visitantes, a preços bastante convidativos”- comenta, explicando que esses produtos podem ser encontrados em lojas instaladas nos pontos mais visitados da capital, entre eles o Rio Zoo, o AquaRio, e nas Paineiras-Corcovado. Adianta que as próximas parcerias para exposição e venda de artesanato serão firmadas com os gestores do Pão de Açúcar, ABIH-RJ (Associação de Hotéis do Rio de Janeiro) e RioHolst (Associação de Hostels do Rio de Janeiro).

Preço de atacado na Caçula

Sebastião Castro, sócio-fundador da Caçula, empresa parceira da Secretaria de Estado de Turismo, afirma que o apoio do poder público tem sido fundamental para alavancar o artesanato no Estado. O empresário acredita que este segmento pode contribuir de maneira significativa para movimentar as engrenagens da economia e ajudar o país a vencer a crise econômica.

“O investimento é pequeno, gera empregos e renda, e movimenta diversos segmentos da economia. Temos constatado essa realidade em várias cidades onde temos filiais” – destacou Sebastião Castro, anunciando a abertura de mais uma loja, entre os meses de julho e setembro. Depois de Itaborai e Cabo Frio, a próxima cidade a ganhar uma filial da Caçula será Campos dos Goytacazes, onde está sendo construída uma loja de 3 mil metros quadrados.

A Caçula oferece uma grande vantagem aos artesãos cadastrados pelo Programa: a venda de mercadorias com preços de atacado, em todas as lojas espalhadas pelo Estado. Basta o artesão cadastrado apresentar  o seu documento no caixa para obter descontos vantajosos.

Veja mais detalhes na edição impressa.

 


« Voltar

 

 

Compartilhar

Mídias Sociais

facebook.com/destinoserraemar
@destinoserramar
Destinos Serra & Mar

Publicidade



Novidades




Sobre a revista | Publicidade | Distribuição | Nossos Parceiros | Fale conosco
© ÍRIS EDITORA - Proibida a transcrição das matérias, no todo ou em parte, sem prévia autorização.
FW2